Em tempos de crise, veja como o marketing digital pode ajudar as pequenas empresas no mercado cada vez mais competitivo

serviços de marketing
Contratar ou terceirizar serviços de marketing: o que é melhor?
16 de agosto de 2016
empreender
Suas vendas podem aumentar significativamente seguindo esses 5 pontos do marketing digital
22 de setembro de 2016

Em tempos de crise, veja como o marketing digital pode ajudar as pequenas empresas no mercado cada vez mais competitivo

Marketing Digital

Marketing Digital

Dizer que marketing é caro e inacessível é coisa do passado. O marketing digital revolucionou a realidade de muitos empreendedores e empresas. Agora, diante das turbulências financeiras que o mundo está passando, se tornou uma ferramenta indispensável para o negócio. Afinal, na prática, como o marketing digital pode ajudar as pequenas empresas?

O marketing digital para as pequenas e médias empresas

O marketing digital possui os instrumentos necessários para que as empresas cresçam. Essa realidade é possível, claro, depois do advento da internet. A rede mundial de computadores permite hoje que pequenos empreendedores tenham quase o mesmo espaço que uma grande empresa possui, principalmente quando falamos em publicidade e comunicação com os clientes.

Ao contrário do que se imagina, não é apenas um site que vai fazer uma pequena ou média empresa crescer e conquistar clientes. Antes ou mesmo depois de um cartão de visita online, existe um estratégia ampla do marketing digital. Separamos aqui alguns pontos que são trabalhados neste segmento e que podem esclarecer como o marketing digital é acessível e pode mudar o rumo dos pequenos empreendedores.

1) Pesquisa de público

Se você quer tornar sua empresa online, precisa conhecer e entender qual o seu nicho e com quem quer falar na rede mundial. O marketing digital começa a ser construído a partir dessa pesquisa, que vai direcionar quais ferramentas utilizar para alcanças suas metas e objetivos. Lembre-se que a comunicação também deve ser direcionada de acordo com o público-alvo. Como eles querem conhecer o seu produto ou serviço? Qual a linguagem ideal para falar com eles?

2) Estratégias

A estratégia é fundamental em qualquer processo de marketing. Neste caso, aqui o ocorre o alinhamento de suas metas e objetivos com as ferramentas que podem ser usadas para dar o resultado esperado. Sem datas e ferramentas, é impossível medir o nível desempenho da empresa a partir da aplicação dos métodos de marketing, por isso se faz tão necessária a presença da estratégia. Afinal, se algo não sair como esperado, é preciso também ter um plano B.

3) Presença online

A pequena ou média empresa que ainda não está online, precisa se adaptar à nova realidade. Essa adaptação é tranquila, mas certamente vai demandar empenho dos envolvidos, pois em qualquer execução das ferramentas do marketing digital é preciso de detalhes do que a empresa faz e como tornar isso online, como falar com o público que vai te achar na rede.

A mudança muitas vezes também cabe a quem já está online. Por mais que se tenha um site, é preciso avaliar quais ferramentas podem ser inseridas lá, se a linguagem está correta e como está acontecendo a captação de cliente pelo site. Além disso, no mundo online, cabe também investir em publicidade, coisa até então comum para as grandes corporações. Os valores são quase sempre proporcionais a empresa e, diferentemente de alguns outros meios, permite uma maior flexibilidade na hora de definir um valor de investimento.  Ou seja, o mercado para o pequeno empreendedor está cada vez mais atrativo e a competição, que antes parecia ser injusta, começa a colocar outros níveis no pódio. O resultado dessa mudança é uma adaptação constante das grandes corporações do mundo todo.

4) Construa sua marca

Este item envolve ações online e offline. É preciso compreender que a construção da marca se dá dia após dia, com decisões certas e estratégias que vão se adaptando de acordo com as necessidades do público, do mercado e da empresa. Um bom blog corporativo pode apresentar informações e benefícios relevantes dos produtos ou serviços vendidos. Acredite, as pessoas não pagam apenas por um produto, elas querem que ele traga alguma solução para suas vidas.

5) Trabalhe seu canal de vendas

A pequena empresa pode hoje utilizar vários recursos de atendimento e venda. Para isso, não é necessário um investimento muito alto, principalmente nos instrumentos práticos de conversação. Já ouviu falar do SAC 3.0? As redes sociais tem se tornado um canal de comunicação entre o público e a empresa. Trabalhando o atendimento e a própria comunicação é possível transformar essa ferramenta gratuita numa plataforma de SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente).

Incluindo essas ações básicas, a pequena empresa pode se tornar grande. Para um resultado maior, é preciso investir nos diferentes setores, incluindo o marketing digital, de forma proporcional. Ou seja, a empresa cresce e as áreas envolvidas devem ganhar uma atenção do mesmo tamanho, senão maior, para que os resultados sejam mais efetivos. As necessidades mudam ao longo da evolução e o empreendedor nem sempre consegue compreender essas transformações, que para o marketing é natural.

Vamos começar colocando a mão na massa? Lembre-se que um negócio online não tem dia e nem horário de funcionamento, o que permite você trabalhar no conforto de casa e ainda ganhar, a qualquer horário, os seus lucros.

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *